Intimate beauty trends

Intimate beauty trends

Antes do coronavírus, nossa vida andava a mil quilômetros por hora e muitas vezes não tínhamos tempo para prestar atenção nos pequenos detalhes. A pandemia nos ensinou que devemos dedicar mais tempo aos nossos cuidados pessoais e justamente a categoria de beleza íntima é uma das que mais tem crescido em tempos de quarentena e pandemia. Agora temos mais tempo para que os cuidados íntimos e a limpeza sejam mais detalhados, mais conscientes e com a importância que a área merece.

Esta categoria representa uma grande oportunidade de inovação para a indústria cosmética e os números comprovam isso. As projeções indicam que o mercado global de cuidados íntimos femininos tem um CAGR projetado de 4% entre 2020 e 2030 e ultrapassará U$ 37 bilhões em 2030. Algumas mulheres dizem que os homens podem ser um pouco descuidados nesse tópico. No entanto, o mercado de cuidados íntimos masculinos também representa uma enorme oportunidade de mercado e está projetado para valer U$ 217 bilhões (incluindo produtos de barbear e desodorantes), com um CAGR de 9,5% até 2030. Estes são algumas das tendências que estão em ascensão.

Intimate green: No mercado vemos um grande foco no lançamento de produtos orgânicos e vegetais para cuidados íntimos. Por isso, muitas marcas buscam certificações de organismos internacionais como USDA, ICEA, Ecocert, etc. Cuidados íntimos sustentáveis ​​estão em alta.

Cleantimate: Embora esse conceito seja de nicho, é interessante explorar. É por isso que vemos novas propostas de shampoos para cabelos íntimos.

Controle de odores: Há um grande avanço em novas tecnologias que auxiliam no controle de odores na região íntima. Portanto, esse é um benefício que está passando por um desenvolvimento significativo em produtos alinhados à diversidade e à inclusão.

Menstruação consciente: Em 2022 vimos como marcas e redes sociais começam a falar sobre menstruação sem complexos. O objetivo é viver uma menstruação consciente. Agora a tendência é falar sobre menstruação abertamente em todas as gerações. A inclusão também começa a ser importante nesse segmento. Recentemente vimos um lançamento muito interessante, é o Cycle da Freda, que foi pensado para o cuidado da menstruação em pessoas trans. A Freda é uma empresa britânica que luta contra a desigualdade menstrual em todas as suas formas e acredita que o acesso a cuidados menstruais é um direito humano básico.

Prescription-based: O consumidor quer evitar comprar produtos errados devido à ignorância. Além disso, nem todas as pessoas usam os mesmos produtos, devido ao pH, alergias e tipo de pele. Os consumidores estão exigindo mais segurança no uso e é por isso que as consultas com médicos e ginecologistas sobre o tipo de formulações que devem ser usadas são cada vez mais frequentes. O claim gynecologically designed está na moda.

Intimate biome: Este ano estamos vendo um boom de produtos que ajudam a equilibrar o microbioma da área íntima graças a mecanismos fornecidos por ingredientes ativos pré, pró e pós-bióticos. Também estamos vendo diversidade em conceitos que incluem produtos para todos os gêneros.

CBD intimate: Estamos vendo produtos que ajudam a aumentar o prazer na intimidade formulados com CBD e botânicos afrodisíacos como ashwagandha, shatavari, extrato de aspargos, gengibre e ginseng, entre outros. Essas formulações são projetadas para manter o pH e serem compatíveis com látex e silicones e são declaradas livres de alérgenos e potenciais irritantes, como glicerina, glúten, ftalatos, sulfatos, parabenos, álcool, corantes artificiais e fragrâncias sintéticas.

Facial inspiration: Há um boom de produtos para a área íntima onde vemos um declínio na tecnologia facial nesta área. Por exemplo, hidratantes íntimos que contêm peptídeos para estimular a produção de colágeno. Outros ingredientes também são tendência, como ácido hialurônico, polissacarídeos e aminoácidos, entre outros.

Intimate perfumes: Novos perfumes para roupas íntimas que também ajudam a manter essa área fresca.

Limpeza íntima masculina: Estamos vendo a especialização em sabonetes líquidos especialmente desenvolvidos para manter o pH e controlar odores, géis de limpeza íntima e limpadores genitais secos (que não necessitam de água para usar).

Intimate fitness: Esta é uma das tendências mais interessantes em que os cosméticos podem contribuir. Este é o único exercício que você não pode fazer na academia… As estatísticas indicam que 1 em cada 3 mulheres sofre de distúrbios do assoalho pélvico, que é responsável pelo controle da bexiga e do intestino e uma gravidez saudável. Os músculos fortes do assoalho pélvico são absolutamente cruciais para o bem-estar íntimo. O assoalho pélvico está em alta e na rede vemos tutoriais e produtos pensados ​​para sua manutenção.

Hydrating Body Wipes: Lenços umedecidos que ajudam a hidratar e eliminar o odor e podem ser usados ​​após o exercício, antes da intimidade ou para se refrescar.

 

Vamos lembrar que existem insights poderosos que podem inspirar inovação em cosméticos. Recentemente, uma amiga me disse que: “A beleza íntima deve ser a mesma do seu rosto, porque sua vagina é sua outra face! É preciso cuidar dela para mantê-la firme, hidratada e macia. Além disso, deve sempre cheirar bem… São as duas faces de uma mulher”.

Estamos definitivamente diante de uma nova tendência. Care culture is the new black!

Gostou do artigo? Assine a newsletter e receba as últimas novidades!


Inspirado a ver ingredientes e tendências em ação?

Então por que não visitar um dos eventos in-cosmetics ao redor do mundo?

John Jiménez é farmacêutico da Universidade Nacional da Colômbia com um master em desenvolvimento sustentável e estudos de especialização em marketing, ciência cosmética e neuromarketing. Possui 30 publicações em revistas científicas e um capítulo de livro em formulação cosmética. Recebeu os prêmios Maison G. de Navarre (IFSCC USA 2004), Henry Maso Award (IFSCC USA 2016) e melhores trabalhos científicos no Colamiqc Equador 2009, Colamiqc Brasil 2013 e Farmacosmética Colombia 2014. Também foi palestrante em várias conferências internacionais na Europa e na América Latina. Desde 2019, escreve uma coluna de tendências para In-Cosmetics Connect, desde 2013 uma coluna de tendências para Cosmetics & Toiletries Brasil e desde 2020 uma coluna sobre neuromarketing para a Eurocosmetics. Ele também é autor e co-autor de artigos e atuou no Scientific Advisory Board da Cosmetics & Toiletries magazine. Jiménez também atuou como presidente da Accytec Bogotá (2017-2019). Ele ingressou na Belcorp em 2005 e atualmente é Senior Researcher nas categorias de skin care, suncare and personal care. Antes de ingressar na Belcorp, trabalhou nos Laboratórios Esko, Whitehall AH Robins e Fresenius Medical Care na Colômbia.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.