O Mercado de Cosméticos Para a Face na América Latina

A in-cosmetics Brasil teve acesso a uma pesquisa completa realizada pela Mintel (empresa líder mundial em pesquisas) sobre o mercado de cosméticos em diversos países da América Latina. O estudo mapeia cada setor da indústria e nos dá acesso aos números de crescimento dos últimos anos, além de projeções e  perspectivas para o futuro. Desmembramos a pesquisa e ao longo das próximas semanas disponibilizaremos essas informações, divididas em diversos artigos jornalísticos, no nosso site.

O Mercado de Cosméticos Para a Face na América Latina

Nosso estudo se baseia em 4 países da América Latina: Brasil, Chile, Colômbia e México. Nos últimos anos o mercado de produtos para a face nesses países, analisados através das pesquisas da Mintel, teve um grande crescimento. Em 2012 a população do Brasil era de 199.24 milhões de pessoas, o Chile possuía 17.40 milhões, a Colômbia 48.32 milhões de pessoas e a população do México era de 114.98 milhões.

A média de crescimento anual no segmento de Cosméticos para a Face no Brasil nos últimos 5 anos foi de 5.1%, no Chile foi de 7.2%, na Colômbia foi de 8.5% e no México foi de 7.2%. A expectativa é que nos próximos 5 anos a média anual de crescimento nesse setor no Brasil seja de 3.7%, no Chile de 5.9%, na Colômbia de 5.6% e no México de 7.1%.

Em euros o crescimento do valor de mercado de varejo em 2008 no Brasil foi de 20.3%, no mesmo ano no Chile foi de -0,1%, na Colômbia foi de 3.5% e no México foi de -0.2%. Já em 2010 houve grande recuperação dos países, o crescimento em euros no Brasil foi de 22.3%, no Chile também foi de 22.3%, na Colômbia foi de 28.9% e no México foi de 19.1%. Em 2012 o crescimento em euros foi de 3.1% no Brasil, 12.6% no Chile, 20.1% na Colômbia e 7.9% no México. A perspectiva é que em 2017 o crescimento seja de 1.2% no Brasil, 4.3% no Chile, 2.8% na Colômbia e 8.0% no México.

Ainda medidos em euros o valor de mercado de varejo no segmento de Cosméticos para a Face no Brasil foi de 455.97 milhões em 2007; em 2012 foi de 720.92 milhões de euros, e a perspectiva é que em 2017 seja de 661.21 milhões. Já no Chile o valor de mercado de varejo foi de 74.1725 milhões em 2007, aumentou para 120.559 milhões em 2012 e a perspectiva é de chegar a 135.8326 milhões de euros em 2017.

A Colômbia faturou 115.6 milhões de euros em produtos para a face em 2007, em 2012 aumentou para 207.5 milhões de euros e a perspectiva para 2017 é de chegar a 242.5 milhões. O México faturou 503.17 milhões de euros em 2007, aumentou para 643.390 milhões em 2012 e a perspectiva é que chegue a 944.451 milhões de euros em 2017.

O gasto per capita da população brasileira no mercado de Cosméticos para a Face foi de 2.4067 euros em 2007, passou para 3.6183 em 2012, e a previsão para 2017 é que seja de 3.1835 euros. Já no Chile o gasto per capita da população com produtos para a face foi de 4.468 euros em 2007, passou para 6.929 euros em 2012 e a previsão é que seja de 7.472 em 2017.

Na Colômbia o gasto per capita da população nesse segmento foi de 2.560 euros em 2007, passou para 4.294 em 2012 e a previsão é que seja de 4.730 em 2017. No México o gasto per capita da população foi de 4.6290 euros em 2007, passou para 5.5957 em 2012 e a previsão é que seja de 7.7797 euros em 2017.

O mercado de varejo de Cosméticos para a Face em proporção ao PIB (Produto Interno Bruto) no Brasil foi da ordem de 0.041131% em 2012 e a previsão é que deve girar em torno de 0.033385 em 2017. Já no Chile em 2012 foi de 0.057608% e deve girar em torno de 0.053614 em 2017. Na Colômbia foi de 0.07189 em 2012 e deve girar em torno de 0.06664 em 2017. E por fim no México o mercado de varejo de Cosméticos para a Face em proporção ao PIB (Produto Interno Bruto) foi de 0.0696908 em 2012 e deve girar em torno de 0.0677727 em 2017.

COMPARAÇÃO: MAIOR E MENOR MERCADO

Na comparação entre os 4 países: Brasil, Chile, Colômbia e México, o mercado mais forte no segmento de Cosméticos para a Face foi o da Colômbia que apresentou uma valorização de 20.1% em 2012. No mesmo ano o faturamento do setor nesse país foi de 207.5 milhões de euros. O maior crescimento da Colômbia nos últimos anos foi em 2010, com uma taxa de 28.9%. A média de crescimento anual na Colômbia para no período entre 2008 e 2012 foi de 8.5%. Em 2017 o país tem previsão de chegar a um faturamento de 242.5 milhões de euros o que representará uma média de crescimento anual de 5.6% entre 2013 e 2017.

Entre os 4 países o que menos cresceu no segmento de Cosméticos para a Face foi o Brasil que apresentou uma valorização de 3.1% em 2012 e no mesmo ano o faturamento do setor foi de 720.92 milhões de euros. O maior crescimento do Brasil nos últimos anos foi em 2010, com uma taxa de 22.3%. A média de crescimento anual no país no período entre 2008 e 2012 foi de 5,1%. Em 2017 o Brasil prevê ter um faturamento de 661.21 milhões de euros, o que representaria uma média de crescimento anual de 3.7% entre 2013 e 2017.

Produtos para cuidados com a Face
Dados da pesquisa de Mercado e Varejo:

A pesquisa foi realizada dentro do mercado que abrange produtos anti- envelhecimento, clareadores de pele, hidratantes, produtos para a limpeza da pele, tônicos, máscaras e produtos especializados para cuidados da pele facial feminina. Ele exclui os produtos medicamentosos como os produtos para tratamentos de acne. O valor de mercado é baseado nas vendas de todos os canais de varejo, incluindo venda direta ao consumidor. Ele inclui mercado popular e linhas de prestígio, e exclui o setor profissional como os salões de beleza.

Definições do segmento de varejo Anti-envelhecimento
Inclui soros, loções e cremes com propriedades anti-envelhecimento.

Produtos para limpeza da pele/ tônicos
Inclui toalhetes, limpadores líquidos, sprays, removedor de maquiagem e esfoliantes.

Hidratantes
Inclui principalmente cremes e loções com função primária de hidratação e hidratantes para nutrir a pele.

Clareadores de pele
Inclui cremes, loções e espumas especificamente para clareamento da pele.

Especializados
Inclui produtos para os lábios, olhos, nariz e pescoço, e produtos específicos para tratamentos.

Incluídos na pesquisa
Vendas através de canais populares como hipermercados e redes de farmácias; vendas seletivas em locais de mais prestígio como lojas de departamento e perfumarias.

Produtos excluídos da pesquisa
Produtos direcionados especificamente para homens, depilatórios e clareadores para pelos faciais, produtos medicamentosos (como produtos para retirar impurezas ou para problemas da pele, e sprays). Também estão excluídos da pesquisa produtos para bebês e protetores solares, mesmo que contenham hidratantes.

Fonte: Mintel

Na in-cosmetics Brasil você pode conhecer as mais recentes formulações e matérias-primas para fabricantes e distribuidores do setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos ao mesmo tempo em que poderá se inteirar das tendências e desafios do indústria. Clique aqui para conhecer mais sobre o evento e fazer o seu CREDENCIAMENTO ON-LINE GRATUITAMENTE.

Para acessar mais informações sobre o mercado de cosméticos e  cuidados pessoais em todo o mundo por favor visite o site da Mintel.

Leia mais matérias sobre cosméticos e produtos de cuidado pessoal

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.