Tendências e números do mercado de maquiagens e esmaltes no Brasil

Tendências e números do mercado de maquiagens e esmaltes no Brasil

Por Silvia Lourenço

Segundo a pesquisa “Beauty Habits” realizada pela Mintel em março de 2017 no Brasil, 45% das mulheres entrevistadas relataram deixar a maquiagem como como última etapa de sua rotina de beleza antes de sair de casa.  Isso pode significar que as mulheres procuram o maior efeito possível, ou temem estragar a maquiagem caso a apliquem numa fase anterior.

Alguns dos benefícios que podem fazer a diferença para o consumidor escolher entre uma marca ou outra são: maquiagem duradoura, que não mancha ou que é impermeável. Quando perguntadas sobre qual produto usam na maioria das manhãs, 53% das entrevistadas responderam que usam batom, gloss labial e/ou lápis de boca. Do total de entrevistadas 44% disseram que usam rímel, lápis de olho e/ou sombras, e 34% das mulheres disseram que usam corretivos, bases, pó compacto, e/ou  blush.

Segundo o relatório “Colour Cosmetics – Latin America” também da Mintel, o segmento de maquiagens e esmaltes crescerá nos próximos anos no Brasil. Em 2014, o valor de faturamento no mercado de varejo desse setor no país foi de 6.41 bilhões de reais. Em 2016 o mercado cresceu para 6.82 bilhões; a perspectiva para 2017 é que o segmento atinja o valor de 6.97 bilhões; e em 2019 que chegue a 7.68 bilhões de reais em vendas. O crescimento do valor de mercado de varejo, em moeda local, foi de 8.0% em 2014;  2.8% em 2016; perspectiva de crescimento de 2.2% em 2017; e a projeção é que cresça 5.9% em 2019.

Em dólares o faturamento do mercado de varejo em maquiagens e esmaltes no Brasil foi de 3,031.9 bilhões de dólares em 2011. Em 2014 as vendas geraram 2,728.0 bilhões de dólares. Em 2017 a perspectiva é que fature 2,145.1 bilhões, e a expectativa para 2019 é chegar a 2,152.9 bilhões de dólares. Em porcentagem, o crescimento no setor foi de 13.3% em 2011; retração de -0.7% em 2014,  e voltará a crescer em  2017 com perspectivas positivas de aumento de 9.7% em relação ao ano anterior. A projeção de crescimento para 2019 é de 2.1%.

O gasto per capita da população brasileira no mercado de maquiagens e esmaltes foi de 13.454 dólares em 2014, passou para 9.4866 em 2016,  há uma perspectiva de crescimento para 10.328 em 2017, e  espera-se que alcance a marca de 10.756 em 2021.

O gasto do segmento em relação ao PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro foi da ordem de 0.11110 em 2014, passou para 0.10888 em 2016, perspectiva para 2017 é que deve girar em torno de 0.10520, e em 2021 que seja de 0.10243.

O total de vendas do segmento de maquiagens e esmaltes no Brasil totalizou 6.6370 bilhões de reais em 2015, sendo dividido em um faturamento de 1.7496 bilhões em produtos para os lábios; 1.7030 bilhões em produtos para os olhos; 1.6116 bilhões em produtos para as unhas; e 1.5728 bilhões de reais em produtos para a face.  Em 2016 o total de vendas no segmento cresceu para 6.8230 bilhões de reais, sendo dividido em um faturamento de 1.8160 bilhões em produtos para os lábios; 1.7557 bilhões em produtos para os olhos; 1.6487 bilhões em produtos para as unhas, e 1.6026 bilhões de reais em produtos para a face.

Resumo: Taxa de Crescimento Anual

  • Nos últimos 5 anos a taxa média de crescimento anual no segmento de maquiagens e esmaltes no Brasil foi de 5.0%.
  • Nos próximos 5 anos a previsão é que o crescimento médio anual seja de 6.0%.

Participação das Companhias no setor de mercado de maquiagem e esmaltes no Brasil.

  • Avon Products Inc. – Em 2015 obteve 20.6% do mercado, em 2016 passou para 20.2%.
  • Botica Comercial Farmaceutica Ltda – Em 2015 obteve 13.3% do mercado, em 2016 passou para 12.7%.
  • Natura Cosméticos S.A. – Em 2015 obteve 11.4% do mercado, em 2016 passou para 11.2%.
  • Coty, Inc – Em 2015 obteve 9.3% do mercado, em 2016 passou para 9.2%.
  • The L’Oréal Group – Em 2015 obteve 9.8% do mercado, em 2016 passou para 9.2%.
  • Hinode S.A. – Em 2015 obteve 1.3% do mercado, em 2016 cresceu para 3.8%.
  • Vult Comercio de Cosmeticos Ltda – Em 2015 obteve 2.6% do mercado, em 2016 cresceu para 3.4%.
  • Grupo Silvio Santos (Jequiti) – Em 2015 obteve 2.7% do mercado, em 2016 cresceu para 2.8%.
  • Mundial S.A – Em 2015 obteve 2.6% do mercado, em 2016 passou para 2.5%.
  • The Esteé Lauder Companies Inc. – Em 2015 obteve 2.1% do mercado, em 2016 manteve em 2.1%.
  • Outros – Em 2015 obtiveram 24.3% do mercado, em 2016 passaram para 22.9%.

Maquiagens e Esmaltes. Dados de como foi realizada a pesquisa.

Definições de mercado/ Varejo: Esse mercado abrange maquiagens para os olhos, rosto, lábios e esmaltes para unhas femininas. Estão excluídos da pesquisa removedor de esmalte, produtos medicamentosos incluindo protetor labial e cosméticos postiços, tais como cílios e unhas. O valor de mercado é baseado em vendas nos canais de varejo, incluindo venda direta ao consumidor e outlets selecionados.

Definições de segmentos:

  • Olhos: Esse segmento inclui produtos para sobrancelhas, cílios postiços/máscaras, delineador/lápis e sombras.
  • Rosto: Esse segmento inclui blushes, pós-bronzeadores, corretivos, base, pó facial e primers.
  • Lábios: Esse segmento inclui batom/brilho e lápis de boca.
  • Unhas: Esse segmento inclui esmaltes e bases.

Excluídos da pesquisa: Removedor de esmalte, produtos medicamentosos incluindo protetores labiais e cosméticos postiços.

 

Matéria realizada em setembro de 2017. Fonte: Mintel
Pesquisas: “Beauty Habits” e “Colour Cosmetics – Latin America – Mintel Market Sizes”.

 

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.