Proteína do arroz associada ao ácido fítico: evita a perda de cor dos cabelos tingidos

Cada pessoa apresenta um tipo de cabelo de acordo com sua personalidade e os cuidados com tratamento dos mesmos. Vários fatores podem prejudicar os cabelos, causando mudanças, seja por causas mecânicas como o pentear inadequado, causas químicas como colorações e demais produtos quimicamente agressivos ou causas ambientais como a radiação solar.

A radiação solar pode desencadear uma série de resultados indesejáveis como a perda gradativa da cor, seja ela natural ou artificial (no caso das colorações). Além disso, pode causar mudanças que afetam a maleabilidade e o aspecto do cabelo. A exposição solar é a principal responsável pela degradação dos aminoácidos da cutícula capilar, que desempenham importante função na estabilidade das proteínas do cabelo. A agressão sofrida pela radiação provoca foto-oxidação das pontes dissulfeto, que mantêm a integridade global da queratina capilar.

Oryza Sativa (Rice) Seed Protein (and) Phytic Acid (and) Oryza Sativa Extract é um ativo derivado do arroz desenvolvido especificamente para proteger a fibra capilar do dano oxidativo causado pela exposição solar. Ele é rico em aminoácidos que tem elevada substantividade pela queratina como o ácido glutâmico, serina, treonina, tirosina, cisteina e metionina, distribuídos conforme o gráfico I.

Gráfico I – Distribuição Média de Aminoácidos

Além dos aminoácidos este ativo também é rico em peptídeos biofuncionais, polissacarídeos (como a amilopectina) e ácido fítico.

Os peptídeos estão distribuídos de acordo com seus pesos moleculares, conforme o gráfico II, o que é ideal para tratamentos capilares, pois atua tanto em nível interno, como externo.

Gráfico II – Distribuição dos Peptídeos de acordo com seu peso molecular

Peptídeos de baixo peso molecular (< 1000) penetram e reparam a fibra capilar desde o interior. Já peptídeos de alto peso molecular (3000 – >10000) recobrem a fibra e reparam a cutícula.

Teste com mechas de cabelo castanho escuro natural, irradiadas com UV e tratadas com shampoo neutro e sérum com 5% do ativo derivado da proteína de arroz, mostrou que o ativo confere resistência, flexibilidade e força; recupera a coesão natural da fibra; protege a queratina capilar ao aumentar significamente a porcentagem (48%) de triptofano presente na fibra; diminui a peroxidação lipídica do cabelo, devolvendo sua vitalidade e cuida do cabelo em profundidade, conferindo brilho.

Teste de sucessivas lavagens apenas com shampoo nas mechas mostrou que a coloração dos cabelos tratados com o ativo derivado de arroz é mantida melhor do que dos cabelos não tratados, conforme as imagens a seguir.

Composto por nanopartículas obtidas do grão de arroz, é composto por ácido fítico, que atua como antioxidante contra os danos da radiação solar; aminoácidos biofuncionais, que fortificam o cabelo; peptídeos, que reparam a fibra e polissacarídeos, que evitam efeito cumulativo do produto nos cabelos.

Leia mais matérias sobre cosméticos e produtos de cuidado pessoal

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.