As perspectivas do mercado de Fragrâncias no Chile

As perspectivas do mercado de Fragrâncias no Chile

O segmento de fragrâncias no Chile vem obtendo resultados muito positivos e um crescimento vertiginoso nos últimos anos. Entre os países latino-americanos analisados na pesquisa da Mintel, o Chile é o que obteve os maiores resultados nesse setor, chegando a crescer 24% em 2010.

Em 2007 esse mercado faturou no país o equivalente a 62 bilhões e meio de pesos chilenos, em 2009 o faturamento chegou a quase 78 bilhões, em 2012 aumentou para 107 bilhões de pesos chilenos e a perspectiva para 2017 é chegar a 159 bilhões em vendas. O crescimento do valor de mercado em moeda local foi de 7.0% em 2007, 15.0% em 2009 (o maior crescimento nos últimos anos), 11.0% em 2012 e a projeção para 2017 é crescer 7.1%.

Em dólares o faturamento do mercado de varejo nesse setor no Chile foi de 120 milhões em 2007, de 172 milhões em 2010, 220 milhões de dólares em 2012 e a perspectiva para 2017 é alcançar 266 milhões. Em porcentagem isso representa um crescimento de 8.6% em 2007, 24.0% em 2010, 10.3% em 2012 e a previsão é que em 2017 cresça 5.8%.

O gasto per capita da população chilena no mercado de fragrâncias foi de 7.213 dólares em 2007,  passou para 12.62 em 2012, e a previsão para 2017 é que seja de 14.62 dólares. O segmento em proporção ao PIB (Produto Interno Bruto) chileno foi da ordem de 0.069177 em 2007, passou para 0.082444 em 2012 e a previsão é que deve girar em torno de 0.087117  em 2017.

O mercado de fragrâncias no Chile faturou 96 bilhões de pesos chilenos em 2011 sendo dividido em um faturamento de 53 bilhões em produtos femininos e 43 bilhões em produtos masculinos. Em 2012 o Chile faturou 107 bilhões de pesos chilenos sendo dividido em um faturamento de 61 bilhões em produtos femininos e 46 bilhões em produtos masculinos.

Resumo: Taxa de Crescimento Anual

Entre os anos de 2008 a 2012 a taxa média de crescimento anual do Chile no segmento de fragrâncias foi de 12.1%.

Em 2017 a previsão é que o Chile fature 266 milhões de dólares no segmento, representando um valor médio de crescimento de 8.0% de 2013 a 2017.

Participação de mercado das Companhias no segmento de fragrâncias no Chile:

Grupo Puiq

Em 2011 obteve 21.5% do mercado, em 2012 cresceu para 23.1%.

Comercial Davis, S.A.

Em 2011 obteve 17.2% do mercado, em 2012 passou para 16.3%.

Laboratorio Petrizzio S.A.

Em 2011 obteve 11.9% do mercado, em 2012 cresceu para 13.7%.

Avon Products Inc.

Em 2011 obteve 12.3% do mercado, em 2012 cresceu para 12.9%.

Laboratorio Prarter, S.A.

Em 2011 obteve 7.4% do mercado, em 2012 passou para 6.8%.

Revlon, Inc.

Em 2011 obteve 5.1% do mercado, em 2012 passou para em 4.4%.

Coty, Inc.

Em 2011 obteve 3.8% do mercado, em 2012 passou para em 3.2%.

Monix S.A.

Em 2011 obteve 1.8% do mercado, em 2012 cresceu para 1.9%.

Outros

Em 2011 obtiveram 19.0% do mercado, em 2012 passaram para 17.7%.

Fragrâncias

Dados de como foi realizada a pesquisa. 

Definições de mercado de varejo: A pesquisa foi realizada dentro do mercado que abrange fragrâncias masculinas e femininas. Excluem-se da pesquisa os sprays para o corpo. O tamanho de mercado é baseado em todas as vendas de varejo, incluindo venda direta ao consumidor.

Definições de segmentos

Homens: Esse segmento inclui produtos populares e linhas de luxo.

Mulheres: Esse segmento inclui produtos populares, linhas de luxo e produtos unissex.

Incluídos da pesquisa: Fragrâncias masculinas e femininas. Produtos unissex estão incluídos no segmento feminino. Estão incluídas ainda linhas de luxo, setores médios e mercado popular. Perfume, eau de parfum, eau de toilette, água de colônia, loção pós-barba e colônias.

Excluídos da pesquisa: Sprays corporais, preparação para maquiagem e fragrâncias infantis.

Fonte: Pesquisa Mintel

Avise-me quando o registro do visitante para in-cosmetics Brasil fica ativo.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.